Ser Melhor

Ser Melhor

Conquiste a sua estrela

Trabalho e Profissão

Boas práticas para o uso do e-mail

Apesar de prático e acessível com facilidade se comete algumas gafes ou mau uso do e-mail. Isto pode resultar em dor de cabeça, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. Para evitar tais problemas damos algumas dicas para um melhor uso do e-mail.

Atualmente nossos meios de comunicação tem se expandido de forma incrível. Este é o caso do e-mail que, ao lado das redes sociais, ainda é uma ferramenta de comunicação extremamente importante mas que deve ser utilizada com certos critérios, tanto pessoalmente quanto profissionalmente.

Existem algumas características importantes que diferenciam o envio de um e-mail de uma conversa direta. A linguagem escrita muitas vezes faz com que certos comentários sejam percebidos como duros, críticos demais e etc., algo que em uma conversa direta não seria interpretado como tal.

A conversa direta com uma pessoa nos dá a oportunidade de retrucar “na hora” ou ver sua reação facial ou entonação da voz, ajudando na interpretação de como foi recebido algum comentário nosso ou qual a intenção de um comentário feito com relação a nós. Tendo em mente estas limitações é importante tomar certos cuidados ao enviar um e-mail, seja para quem for.

Com o intuito de ajudar a elaborar e trabalhar melhor com o e-mail, seja no seu trabalho, na escola, universidade ou mesmo para uso pessoal abaixo colocamos algumas dicas importantes para utilizar melhor esta ferramenta tão importante.

Bom, acreditamos que estas sejam boas dicas para que você possa utilizar de maneira adequada seu e-mail.

Leia também: Marketing Pessoal

Leia também: As Fases do Esgotamento pelo Stress no Trabalho



Que tal compartilhar suas ideias?

Você é profissional da saúde ou educação e gostaria de contribuir para a comunidade com ideias e informações? Envie seu texto para faleconosco@sermelhor.com.br Clique aqui para mais informações sobre a publicação de textos no site Ser Melhor.



Veja Também

Vários relógios marcando a passagem do tempo

Estar sempre ocupado é uma armadilha

Você está sempre ocupado demais? O exagero no trabalho, stress, tarefas e a rotina não estão deixando sua vida ser mais feliz ou ser melhor? Será que um pouco de preguiça ou tranqüilidade não seriam boas para a criatividade e felicidade? Será que a sua vida merece uma mudança? Estes questionamentos foram feitos em artigo publicado por Tim Kreider no New York Times e que trazemos para você.

Considerações sobre o Desemprego

Um desempregado 'não exerce' seu ofício, mas ainda é uma pessoa, ele faz parte de um grupo social, é sujeito ativo, apesar de não estar empregado; está também se transformando como toda a espécie humana.